• Dicas para não errar na reforma

    Equipe Victória

    - 12 de June de 2012


    Uma reforma costuma deixar os moradores de cabeça quente devido à imprevistos, mas é necessário se organizar para que as mudanças sejam satisfatórias. O projeto desenvolvido para reformar o imóvel deve atender as necessidades dos moradores, além de garantir segurança e considerar a resistência e a durabilidade da estrutura. Mudar o visual do imóvel é sempre positivo, mas alguns cuidados devem ser tomados para que a reforma não te traga dores de cabeça.

    Planejamento
    O planejamento da reforma serve para administrar os recursos da obra, ou seja, o morador tem condições de avaliar o custo-benefício para designar mudanças compatíveis com o orçamento. O projeto bem elaborado é uma ótima ferramenta para evitar desperdícios, como por exemplo, a compra exagerada de materiais de construção. Ao planejar a reforma, o proprietário pode fazer economia e avaliar as reais necessidades do imóvel.

    Mão de obra
    A mão de obra é um fator importantíssimo para uma reforma bem sucedida, e é necessário que o proprietário do imóvel contrate profissionais qualificados para acompanhar todas as fases da obra. O ideal é que a equipe de serventes seja orientada por um engenheiro.

    Compra dos materiais de construção
    O responsável pela reforma deve elaborar uma lista com os produtos que vai utilizar na obra (por isso a importância do planejamento), depois pesquisar e comparar preços nas principais lojas de construção. Aproveitar as ofertas ajuda a economizar, mas isto não pode interferir no que diz respeito à qualidade.
    A melhor forma de comprar materiais de construção é através do pagamento à vista, mas quem não pode desembolsar toda a quantia numa única vez, deve optar pelo financiamento. Procure fazer o cálculo dos juros para verificar se a compra realmente compensa. Outra opção bem interessante é contar com uma linha de crédito específica, como a da Caixa Econômica Federal.

    Acabamento
    Uma parte de extrema importância na reforma é a fase de acabamento. O responsável pela reforma deve se atentar à cada detalhe para evitar transtornos futuros.

    Estrutura do imóvel
    Algumas mudanças da reforma não podem ser realizadas em antes avaliar a estrutura do espaço. Por exemplo, se o projeto determina a construção de um segundo andar, é necessário avaliar se o imóvel suporta a carga estrutural. Outro fator que está associado à estrutura da casa e não pode ser esquecido é a impermeabilização. A aplicação de determinados produtos impermeabilizantes ajuda a evitar retenção de água nas paredes em decorrência de infiltrações.

    É importante que a reforma tenha o acompanhamento de um engenheiro para orientar e vistoriar cada etapa com a finalidade de evitar problemas futuros.

     

    Leia a matéria completa em: Mundo das Tribos.

    0

    Deixe seu comentário

    Favor, preencha corretamente o(s) campo(s):